Diabetes

O que é perigoso para o colesterol alto do corpo humano no sangue?

As estatísticas dizem que, na maioria das vezes, a morte prematura causa aterosclerose. A doença leva à vasoconstrição, devido a falhas circulatórias, e desenvolvem-se derrames e ataques cardíacos. Mas que papel neste caso é atribuído ao colesterol?

Como você sabe, ao comer gorduras animais, seus restos não só se acumulam sob a pele. Eles também se acumulam nos vasos, formando placas ateroscleróticas que interferem no fluxo sanguíneo. Como resultado, a carga no coração aumenta e a pressão aumenta. À medida que o corpo envelhece, a situação piora e a isquemia se desenvolve.

O crescimento de placas contribui para o bloqueio de vasos sanguíneos, necrose e o aparecimento de gangrena. Esta é apenas uma pequena parte das possíveis conseqüências da hipercolesterolemia. Este fenômeno é especialmente perigoso para diabéticos, pessoas que não estão fazendo dieta e têm maus hábitos. Portanto, todos devem saber o quão perigoso é o colesterol e como normalizar seu nível.

O que é colesterol e qual é a sua taxa

O colesterol é um éster de ácidos graxos. É produzido e metabolizado no fígado. Apenas uma pequena parte da substância entra no corpo com comida.

Numa forma ligada, o composto orgânico está presente na composição de lipoproteínas e colesteróis. LDL é uma lipoproteína de baixa densidade. Eles fazem colesterol prejudicial. A substância é depositada nas paredes vasculares, estreitando sua depuração.

HDL - denote lipoproteínas de alta densidade. Eles são úteis para o corpo, pois impedem a formação de placas ateroscleróticas.

Apesar da nocividade do LDL, o funcionamento normal do corpo sem ele não é possível. Funções de colesterol principais:

  1. é uma unidade estrutural de membranas celulares;
  2. participa do trabalho das glândulas supra-renais, a construção de fibras nervosas;
  3. fornece a síntese de enzimas digestivas e bile;
  4. sem isso, o metabolismo lipídico é impossível;
  5. parte de vitaminas e hormônios lipossolúveis;
  6. fornece reprodução;
  7. converte a luz solar em vitamina D;
  8. protege os eritrócitos das toxinas hemolíticas;
  9. é parte integrante do processo de formação de bile;
  10. melhora o funcionamento dos receptores de serotonina responsáveis ​​pelo surgimento de sentimentos de alegria e prazer.

Para que o corpo seja saudável, e todo o seu sistema funcione plenamente, é necessário um equilíbrio entre o HDL e o LDL. A taxa de colesterol no sangue depende da idade, sexo e características fisiológicas da pessoa. Assim, nas mulheres durante a gravidez, a concentração da substância é ligeiramente superestimada, o que está associado à reestruturação do background hormonal.

A taxa de colesterol total para uma pessoa com idade inferior a 25 anos é de 4,6 mmol / l. Figura aceitável para homens - de 2,25 a 4,82 mmol / l, para mulheres - 1,92-4,51 mmol / l.

Com a idade, a taxa pode variar, por exemplo, em 40-60 anos, o nível de 6,7 a 7,2 mmol / l é aceitável.

Causas e sinais de hipercolesterolemia

Os fatores que podem aumentar a quantidade de LDL no sangue são numerosos. A principal causa é comer alimentos contendo gorduras trans que afetam negativamente o sistema cardiovascular.

O nível de colesterol aumenta com atividade física insuficiente. A ausência de cargas retarda os processos metabólicos e contribui para o acúmulo de LDL nos vasos. No futuro, isso pode levar ao desenvolvimento de diabetes tipo 2.

O risco de hipercolesterolemia aumenta com a ingestão regular de certos medicamentos. Estes incluem esteróides, contraceptivos e corticosteróides.

Outra causa do excesso de ácidos graxos é a estagnação da bile no fígado. O processo desenvolve-se no contexto de infecções virais, alcoolismo e uso de vários medicamentos.

Outros fatores que contribuem para o acúmulo de LDL no sangue:

  • obesidade;
  • falta de hormônios produzidos pela glândula tireóide;
  • predisposição genética;
  • gota;
  • hipertensão;
  • dependência (abuso de álcool e tabagismo);
  • menopausa prematura;
  • estresse constante;
  • doença renal;
  • anemia megaloblástica.

Doença pulmonar crônica, artrite reumatóide, deficiência de hormônios autotróficos, câncer de próstata, síndrome de Werner e doença coronariana contribuem para o colesterol ruim. Até o clima afeta o nível de LDL. Assim, entre os habitantes dos países do sul, a concentração de uma substância semelhante à gordura no corpo é muito maior do que a das pessoas que se desprendem no norte.

O acúmulo de colesterol leva ao diabetes. E o nível de substâncias nocivas depende da idade e sexo. Estudos mostraram que os homens são mais propensos a sofrer de hipercolesterolemia, e em pessoas mais velhas o metabolismo é retardado, devido a que a permeabilidade vascular aumenta e as substâncias nocivas caem facilmente em suas paredes.

Você pode determinar a presença de colesterol alto no sangue em casa, se você prestar atenção a uma série de sintomas. Quando uma substância semelhante à gordura se acumula no corpo, há dor nos membros inferiores e pescoço, falta de ar, angina, enxaqueca, hipertensão.

Xantomas aparecem na pele do paciente. Estes são pontos amarelos localizados ao redor dos olhos. Outros sinais de hipercolesterolemia:

  1. trombose coronária;
  2. excesso de peso;
  3. insuficiência cardíaca;
  4. interrupções no sistema digestivo;
  5. avitaminose;
  6. Danos visíveis e ruptura dos vasos sanguíneos.

Dano ao colesterol pelo corpo

O que pode ameaçar o excedente de LDL? Quando o teor de colesterol está acima do normal, desenvolve-se a aterosclerose, o que aumenta a probabilidade de um derrame ou ataque cardíaco. Os últimos aparecem devido a uma lesão da artéria coronária que alimenta o miocárdio com placas ateroscleróticas.

Quando um vaso sanguíneo está entupido no coração, uma quantidade suficiente de sangue e oxigênio não flui. É assim que a cardiosclerose se desenvolve, na qual o paciente experimenta fraqueza, o ritmo cardíaco é perturbado e a sonolência aparece.

Se a doença não foi diagnosticada em tempo hábil, então ocorrem dores severas no coração e a DCI é formada. A isquemia é perigosa porque leva a um derrame ou ataque cardíaco.

Também prejudicial à hipercolesterolemia é que ela contribui para o aparecimento de placas ateroscleróticas nos vasos cerebrais. Como resultado da má nutrição do corpo, uma pessoa se torna esquecida, sofre de dores de cabeça, constantemente escurece em seus olhos. Se a aterosclerose do cérebro é acompanhada por hipertensão, a probabilidade de desenvolver um derrame aumenta 10 vezes.

Mas o maior risco à saúde é que as placas ateroscleróticas freqüentemente contribuem para a ruptura da aorta. E isso é cheio de morte, e é possível ajudar uma pessoa apenas em 10% dos casos.

Se você exceder a taxa de colesterol no sangue, vários distúrbios podem se desenvolver;

  • interrupções hormonais;
  • doenças crônicas do fígado e glândulas supra-renais;
  • nefropatia diabética;
  • angina pectoris;
  • embolia pulmonar;
  • insuficiência cardíaca;

Como normalizar o colesterol

A hipercolesterolemia deve ser tratada de forma abrangente. Se os níveis de colesterol são críticos, você precisa ver um médico que irá prescrever medicamentos para abaixá-los. Os medicamentos populares para a aterosclerose são estatinas, sequestrantes de ácidos biliares, fibratos, inibidores da ECA, vasodilatadores e ácidos ômega-3. O ácido alfa-lipóico também é prescrito.

Além de tomar medicação, exercitar-se e caminhar ao ar livre ajudará a reduzir o colesterol LDL perigoso. É igualmente importante abandonar o vício, evitar o estresse e tratar prontamente doenças dos rins, fígado, pulmões, coração, pâncreas.

Reduza a concentração de colesterol no sangue e ajude a nutrição adequada. Para hipercolesterolemia, é necessário eliminar da dieta:

  1. gorduras animais;
  2. doces;
  3. suco de tomate;
  4. produtos semi-acabados;
  5. alimentos fritos;
  6. cozimento;
  7. café;
  8. salga.

Recomenda-se comer alimentos que podem reduzir o colesterol. Estes são rolados aveia, cenoura, milho, centeio ou pão preto. Além disso, diabéticos com aterosclerose devem incluir frutas cítricas, alho, abacate, algas marinhas, maçãs e legumes em sua dieta.

Comentários de pessoas com problemas com o sistema cardiovascular, confirmaram a eficácia do óleo de linhaça. O produto é rico em ácidos graxos, que regulam a proporção de LDL e HDL. Para reduzir o colesterol, basta consumir cerca de 50 ml de óleo por dia.

Eliminar hipercolesterolemia ajudará a salsa, que contém fibra dietética grosseira, limpeza dos intestinos. Mesmo na luta contra o mau colesterol, use ostra. Como parte dos cogumelos há uma estatina natural, normalizando o metabolismo lipídico.

Sobre os benefícios e perigos do colesterol descritos no vídeo deste artigo.